Mar Aberto

“Bombarum barum barum barum… Bombarum barum barum barum…”

Oi gente! Tudo bem com vocês?

Hoje quem vai comandar o Locomotiva Indica sou eu, Jéssica, então, bora pra uma viagem com uma música bem gostosinha?

Eu confesso que sou bem eclética quando a questão é música, mas algo vem chamando muito a minha atenção ultimamente: cantores/duplas/bandas que tem uma pegada mais “fofa”, meio folkizinha, meio indie, sabem? (eu sou super leiga, então pra mim é um estilo fofo haha).

E foi em uma das minhas andanças no youtube que eu conheci a dupla (que é esse casal FOFO) Mar Aberto.

 

Eu não estava em uma fase muito boa, estava até evitando certos tipos de música, mas eles me chamaram a atenção – ainda bem.

No canal tem alguns covers e talvez o natural fosse eu começar por um cover, né? Mas não. A primeira que eu ouvi foi justamente uma autoral, e é essa aqui:

“Não mudaria uma vírgula do que eu sinto, e se alguém me perguntar se é bom eu minto, não quero te perder, não quero dividir você. Se fosse tão fácil enfrentaria o mundo inteiro e você me chamaria de valente, eu remaria contra todas as correntes só pra te alcançar. Se fosse tão fácil não seria a gente, e se não fosse a gente não seria amar…”

 

Olha essa letra! Essa melodia! Daquelas que aquece o coração e faz sorrir de um jeito bobo! Pelo menos é isso que acontece comigo, e além do sorriso bobo algumas lágrimas também acompanharam, principalmente quando eu decidi mostrar a música pro Rafael.

A dupla Mar Aberto é formada pelo Thiago Mart e a Gabriela Luz (esse sobrenome não é a toa não, viu? <3 ), o estilo é indie pop (ou seja, fofo), hoje estão com mais de 70.000 inscritos no youtube e cerca de 20.000 curtidas na página. Mas vamos combinar? A música ‘Se fosse tão fácil’ que foi liberada há dois meses já tem mais de UM MILHÃO de visualizações no youtube. É MUITA COISA em tão pouco tempo.

 

Eles tem duas músicas autorais liberadas e alguns covers, então agora, vou compartilhar com vocês o meu cover preferido deles (e foi difícil decidir rs), que é de uma música que significa bastante pra mim, então…

Demorou pra ser – Vanguart

“Antes que eu soubesse já estava com você. Quando eu te vi não foi fácil entender. Demorou pra ver, demorou pra ser, mas agora é…”

E pra finalizar essa indicação cheia de amor, a outra música autoral da dupla, que é tão linda quanto a outra!

Meu nome, seu nome escritos na mesma árvore de quando a gente era adolescente, será que ainda tem? Saudade de tudo dos beijos no escuro, tão quentes…”.

Espero que vocês ouçam, curtam muito a dupla, cantem junto e aproveitem esse clima amorzinho!

E olha só, antes de finalizar esse post eles lançaram MAIS UMA autoral, então:

“Enxugo as minhas frustrações e me sinto muito mais enxuto junto com você. A vida dá ré e eu volto ser o que eu era com você, a vida dá ré e eu volto ser o que eu era…”

 Beijos <3

Compartilhe!

Leave a Comment